Como era a missa na Idade Média?

Resultado de imagem para missa tridentina

A missa é o culto oficial da Igreja Católica. O termo missa vem do latim - missae, que literalmente pode ser traduzido por massa. A missa nos primórdios do Cristianismo era a reunião da massa de pessoas, que participavam do sacrifício do corpo e sangue de cristo, reduzidos ao vinho e ao pão, daí também denota a massa empregada para fazer o pão.

A missa hoje em dia está modificada, depois de acirradas discussões em concílios ao longo dos milênios, contudo, ainda a celebração da Eucaristia mantém traços profundamente medievais que não evoluíram com o tempo. O rito da missa ainda contínua da mesma forma como no inicio da era Cristã.


A missa era dividida em duas partes na Idade Média


sabe-se que a Idade Média foi a era onde a Igreja Católica conquistou todo o mundo e quem mandava em tudo era  o catolicismo romano, pois dessa forma, a instituição religiosa mais poderosa do planeta conquistou inúmeras porções de terras. Um império religioso sem precedentes.

Imagem relacionada

A celebração da Eucaristia era dividida em duas partes: a primeira era destinada a todos os fiéis, sejam eles os batizados ou catecúmenos. A primeira parte consistia na leitura das Escrituras e em seguida o Sermão, onde o sacerdote subia num púlpito para a pregação. Após a oração dos fiéis, era tocada uma sineta para que os fiéis catecúmenos saíssem da igreja.
Na segunda parte era só permitida a presença dos fiéis batizados, que participavam de todo o rito.
As mulheres sentavam separadas dos homens e eram obrigadas a usar o véu.
Era comum  o sacerdote entrar com o cálice juntamente com a patena, o sanguíneo e o corporal, onde ele colocava sobre o altar até o rito da comunhão. Não era permitido que ninguém tocasse nos objetos litúrgicos.

Resultado de imagem para missa medieval

Os sacerdotes usavam vários paramentos, diferentes de hoje em dia. O manípulo era uma mini estola que ficava junto ao punho do celebrante com a finalidade de enxugar o suor que caia da testa enquanto se celebrava a missa.
A sineta era tocada a missa toda, com a finalidade de alertar os fiéis em qual parte a missa estava. Ainda hoje é comum a sineta ser usada durante o rito eucarístico, para alertar a assembleia de fiéis sobre o momento mais importante da missa.

Resultado de imagem para missa

A missa atual


Por fim, após várias reformas litúrgicas, a missa passou a ser celebrada em vernáculo, mas ainda em alguns países do mundo a missa continua sendo celebrada em latim, sobretudo, o Vaticano. Também foi abolido o uso do canto gregoriano, que era só acompanhado pelo órgão (de tubo). Nas missas hoje em dia é permitido o uso de cantos mais voltados para a comunidade e suas necessidades litúrgicas, podendo usar vários instrumentos musicais, como o violão, a guitarra, o pandeiro, a bateria entre outros - exceto na quaresma, onde é permitido o uso de apenas um instrumento musical com a finalidade de sustentar o canto. Até mesmo a parte final da missa, onde o sacerdote diz: Ide em paz, que o Senhor vos acompanhe, enquanto que antigamente era dito em latim: "Ite Missa est". Ide, a missa acabou.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...